segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Até vimos estrelas





Eu já tinha fotografado estrelinhas, o Duarte não! Mas fotografá-las a menos de 2 metros e, apesar da irrequietude, elas não fugirem foi um momento alto. Imagine-se que, dada a proximidade, por vezes nem as conseguíamos focar!

É impressionante a pequenez desta ave. Penso que o corpo é talvez comparável a uma bola de ping-pong. E segundo pesquisas que efectuei, esta ave pesa normalmente menos de 5 gramas.

Foi um momento inesquecível!

3 comentários:

DjSousa disse...

Foi, sem dúvida, o momento mais alto do dia. Para além de termos visto o Maçarico... :) estar assim tão perto de uma ave tão pequenina, como a estrelinha, é o máximo.

Para as pessoas terem uma ideia da proximidade que tínhamos da estrelinha, bastávamos estar sentados confortáveis num "buraco" e ela a passar por cima dos nossos ombros, havia situações que víamos obrigados a dar uma passo atrás para podermos focar.

Foi o máximo

cagarro disse...

Que inveja.

Estão lindas.

Um abraço

JPedro

Miguel Ramos disse...

Esta bola de ping pong é muito fotogénica :)

Tenho pena de não ter ido.
As fotos estão muito porreiras.

MR